Tag Archives: UCS Teatro

Noite em Andaluzia

19 dez

por Vagner Barreto
fotos e vídeo Paulo Pasa  

O Tablado Caxias apresentou no domingo (18), o impecável espetáculo de música e dança, “Suena Flamenco”, no UCS Teatro, para uma plateia quase lotada, que pode conferir um show no palco, tanto das bailarinas, quanto da banda, que levou todos para a Andaluzia, região espanhola onde surgiu o flamenco.

Com direção geral de Gisele Domit, que está radicada na Espanha, de onde fez a coordenação artística e a concepção do espetáculo, que encantou a todos, mostrando o profissionalismo, o esmero e a dedicação dos alunos e professores.

A apresentação contou com as participações especiais de Stefano Domit, que também vive e estuda dança na Espanha, em um solo visivelmente difícil, aclamado pela plateia, e do músico Fernando de la Rua, grande guitarrista de flamenco, responsável pela direção musical, além do cantor uruguaio Márcio Bonefon.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Galeria de fotos completa você confere aqui.
http://www.flickr.com/photos/pauloagp/sets/72157628501324869/

Anúncios

Espetáculo Una noche en Buenos Aires emociona Caxias

3 dez

por Soraya Maia

fotos Paulo Pasa

Ao som do tango, é possível passar uma noite em Buenos Aires, sem sair de Caxias do Sul. O espetáculo caxiense “Una Noche en Buenos Aires” emocionou a plateia, de cerca de 400 pessoas, que prestigiou a música e a dança do grupo Yangos, no UCS Teatro, na noite de 3 de dezembro.

Com um cenário delicadamente pensado, os artistas deslizavam seus passos marcantes, cadenciados e expressivos, característicos do tango.

O enredo, baseado no conto escrito por Oscar de La Peña, traz as emoções de uma bailarina em sua última tentativa de alcançar o sucesso e de um viajante em busca de seu grande amor.

O quarteto musical é composto pelos músicos César Casara (piano), Cristiano Klein (percussão), Rafael Scopel (acordeon) e Tomás Savaris (violão). O espetáculo conta com a participação de Carlos Zinani (Violino), Cibele Tedesco (vocal), Luciana Ferreira (ballet), Milton H. Bendtancor (releitura/descrição), Paulo W. Rodrigues (tango), Rafael Borges (tango), Robson Cavalheiro (dança), Thiago Savaris (canções), Vanessa Lyra (tango), Yvy Wendt (tango).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Maiores informações no site: www.yangos.com.br
Facebook: Yangos Quarteto Instrumental
Twitter @yangos

Trabalhar ou Estudar?

6 set

O UCS Teatro recebeu um bom público para a apresentação do projeto “Aprendiz Legal”, na terça-feira, dia 06 de setembro de 2011. O projeto é uma iniciativa da Fundação Roberto Marinho, e no estado do Rio Grande do Sul conta com a parceria do CIEE. O projeto visa ser uma proposta de inclusão de jovens no mundo do trabalho por meio da qualificação profissional e da atuação em empresas.

Segundo a Lei 10.097/2000, denominada Lei da Aprendizagem, empresas de médio e grande porte são obrigadas a contratar jovens com idade entre 14 e 24 anos, preenchendo uma cota de 5 a 15% do seu quadro funcional. Os aprendizes tem um contrato de trabalho com duração de até dois anos, e nesse período participam de capacitação, através de um convênio entre empresa e uma instituição de ensino. Assista o video institucional:

"Mudanças estão ocorrendo muito rápido".

O jornalista Sidney Rezende, da Globo News, falou um pouco da situação atual do país e apontou como o Brasil pode fazer para qualificar melhor seus jovens para o mercado de trabalho. Segundo ele, as transformações atualmente ocorrem muito rápido e os jovens tem que ser preparados para conseguirem acompanhar essas transformações. “Inovar não é só ter idéias novas, mas deixar de ter idéias velhas”, comentou.

Sidney Rezende

Para Rezende, o futuro do Brasil é nas áreas de energia e tecnologia. Apontou que o Brasil e a China são hoje os dois países com mais potencial para se transformarem em grandes potências. “O Brasil evoluiu, é preciso ser positivo e pró-ativo”, defendeu, ao comparar o cenário econômico atual com 10 anos atrás.

Heron de Oliveira e Sidney Rezende

Também esteve presente  o superintendente regional do Trabalho e Emprego do estado do Rio Grande do Sul, Heron de Oliveira. Ele comentou sobre as dificuldades que encontra por parte da empresas de contratar aprendizes, diante da justificativa que não há espaço para todos. “Não gostariamos de multar as empresas, preferimos manter um diálogo, mas é um processo complicado”, explica o superintendente. Oliveira ainda deixou claro que “o jovem não tem que trabalhar, o jovem tem que estudar”. A Superintendência Regional do Trabalho e Emprego é o orgão responsavel pela fiscalização da Lei da Aprendizagem.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Texto e fotos: Geremias Orlandi